Rotam fecha “central de golpes” via OLX e prende no flagra 5 estelionatários

A Ronda Ostensiva Móvel Tática (Rotam) desmantelou uma “central de golpes na OLX” no final da tarde de quarta (15), no bairro Altos do Coxipó, em Cuiabá. Cinco pessoas foram presas, sendo quatro homens e uma garota. Nomes e idades não foram divulgados. No local a polícia apreendeu 10 celulares de diversas marcas, 25 cartões de bancos, duas máquinas de cartão, 7 comprovantes de depósitos, 9 munições de calibre 22 e uma quantia de R$ 7.900 em notas.

De acordo com o boletim de ocorrência, o setor de inteligência estava monitorando o grupo desde que recebeu denúncia anônima. Informante “entregou” onde funcionava a central de golpes praticados no famoso site de compra e venda na internet.

A PM detalha como se davam os golpes aplicados em vítimas locais e de outros pontos do país. “Os marginais anunciavam por exemplo uma moto na OLX ou outros sites de revenda. A moto valia R$ 10 mil, mas a colocavam pela metade do preço, R$ 5 mil, aí as pessoas ficavam interessadas em comprar. Um ia lá e pedia para ver a moto. Eles tinham a moto para mostrar. Mostravam, tiravam foto e tal e a pessoa decidia comprar. Então você vai ter que depositar um sinal de tantos mil. Tem que pagar agora por isso e aquilo, iludia, fazia o famoso estelionato, 171 na cabeça da pessoa, aí o cara transferia esse dinheiro para uma das contas bancárias da quadrilha, porque o bando tem várias contas bancárias, ou pagava através de maquininha mesmo e depois o golpista sumia”, explica o comandante da Rotam, tenente-coronel, Paulo César da Silva.

Quatro homens e uma mulher, que estavam na casa, usavam redes sociais e aplicativos de mensagens para se comunicar com as vítimas, que geralmente anunciavam a venda de algum produto no site.

Um dos suspeitos foi flagrado na porta da casa, com uma máquina de passar cartão. No momento em que a equipe se aproximou, ele correu para dentro, derrubando um envelope com nove balas de calibre 22 intactas.

Diante do flagrante, os policiais cercaram e invadiram a residência e conseguiram encontrar o bando. Eles confessaram aos militares  que o espaço funcionava como central de golpes diariamente. Foram presos, encaminhados para a Central de Flagrantes e autuados pelos crimes de formação de quadrilha, estelionato e porte ilegal.

Rdnews

You may also like

Deixe o seu comentário