MPE investiga ineficiência em Pronto-Socorro da Capital

O Ministério Público Estadual (MPE) abriu um inquérito civil para investigar a suposta ineficiência e irregularidades na prestação de serviços do novo Hospital e Pronto-Socorro da Capital.

O procedimento foi aberto pelo promotor de Justiça Alexandre de Matos Guedes, do Núcleo da Defesa da Cidadania e do Consumidor, através da portaria 01/2020.

O Hospital Municipal de Cuiabá Doutor Leony Palma de Carvalho foi inaugurada em sua totalidade em novembro do ano passado pelo prefeito Emanuel Pinheiro (MDB).

A investigação tem como base um pedido de providências registrada junto à Ouvidoria do Ministério Público, relatando má qualidade dos serviços prestados na unidade, tais como, inaptidão dos profissionais de saúde,  irregularidade nos horários de fornecimento das alimentações e ausência de fornecimento de alimentação nos intervalos das refeições principais.

Não há prazo para o final da investigação.

 

You may also like

Deixe o seu comentário