Em decreto, Mauro apresenta medidas e suspende aulas nas escolas públicas

O governador Mauro Mendes, ao anunciar uma série de medidas em relação ao coronavírus no âmbito de Mato Grosso, destacou que as ações têm caráter preventivo e visam evitar a proliferação do Covid-19 no Estado.

As medidas foram anunciadas nesta segunda-feira (16.03) e oficializadas por decreto.

“Nós acreditamos que essas medidas, que seguem a orientação do Ministério da Saúde e da Organização Mundial da Saúde, reforçam que a prevenção é a única forma existente para controlar a proliferação do vírus, como já fizeram alguns países. Mato Grosso ainda não possui nenhum caso confirmado e nós acreditamos que essas medidas devem evitar que o vírus circule de forma acelerada no Estado”, afirmou.

Entre as principais ações estão:

– Criação do Gabinete de Situação para monitorar a questão;

– Suspensão das aulas no ensino público estadual e municipal do dia 23 de março a 5 de abril;

– Suspensão da participação de servidores em atividades de capacitação, treinamento ou eventos, tanto internacional quanto interestadual;

– Suspensão dos eventos realizados pelo Estado, em ambiente fechado, com público superior a 200 pessoas e recomendação para a não realização por parte do setor privado;

– Isolamento domiciliar a servidores com suspeita de contaminação e regime de teletrabalho aos servidores que estiveram em áreas de risco;

– Requisição administrativa de serviços de saúde, profissionais de saúde e equipamentos;

– Autorização para realização de despesas, para aquisição de bens/serviços/insumos de saúde, com dispensa de licitação.

Para o governador, essas medidas vão auxiliar no enfrentamento da pandemia nesse primeiro momento, tendo em vista que Mato Grosso ainda não possui nenhum caso confirmado de contaminação pelo Coronavírus.

“Estas restrições e a correta aplicação das medidas preventivas serão determinantes para que possamos conseguir controlar a proliferação do vírus no estado”, relatou, adiantando que já estão sendo providenciados 70 novos leitos de UTIs (60 estaduais e 10 federais).

Mendes ressaltou que mais de 80% das pessoas que contraem o vírus sofrem apenas uma gripe leve, que pode ser tratada com medicamentos comuns contra a gripe.

“Lamentavelmente, idosos e pessoas em grupos de risco podem ter sintomas mais graves. Somente essas pessoas devem procurar unidades públicas de saúde para fazer o diagnóstico e ter o tratamento específico”, concluiu.

Orientações

Além de evitar aglomerações, especialmente em lugares fechados, também são recomendados os seguintes cuidados:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes. Ficar em casa quando estiver doente;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

You may also like

Deixe o seu comentário