Mauro e Emanuel se reúnem e fecham acordo para implantar 60 UTIs para casos de Coronavírus

O governador  e o prefeito Emanuel Pinheiro, se reuniram, esta manhã, após críticas entre ambos, e definiram a instalação de 60 Unidades de Tratamento Intensivo reforçando a estrutura de saúde na capital no combate ao Coronavírus. O encontro havia sido solicitado Mauro Mendes, na sexta-feira, após confirmação que está curado do Covid-19.

O secretário da Casa Civil, Mauro Carvalho, anunciou que o encontro foi cordial e houve acordo para aumentar 30 leitos de UTI “fora os outros 30 leitos que serão abertos no Hospital Metropolitano e já tem a negociação conduzida pelo secretário Gilberto Figueiredo (Saúde) de aproximadamente 90 Unidades de Tratamento Intensivo no interior do Estado”. “Essa reunião vai render muito para a população da baixada cuiabana com a abertura desses 60 novos leitos de UTI e temos que lembrar que além do investimento do governo do Estado, logicamente com o apoio do ministério da Saúde tem feito em Cuiabá, também editamos, semana passada, novo decreto de financiamento dessas novas UTIs passando R$ 1,7 mil para R$ 2 mil. Ministério investe R$ 1,6 mil e o governo do Estado mais R$ 400, totalizando R$ 2 mil. Mesmo aquelas UTIs que não conseguirão ser cadastradas no ministério da Saúde, o governo do Estado vai bancar sozinho esses R$ 2 mil caso aconteça esse tipo de problema”, acrescentou Carvalho.

O secretário agradeceu ao prefeito e equipe técnica. “Tivemos conduta civilizada, democrática e harmoniosa. E essa está sendo a forma que o governador Mauro Mendes tem tratado com todas as prefeituras”.

Também participaram da reunião o secretário Gilberto Figueiredo, o secretário municipal de Saúde, Luiz Possas e o presidente da Assembleia, Eduardo Botelho.

Mato Grosso registrou, até ontem, 213 mortes por Coronavírus e 59 ocorreram em Cuiabá.

Esta tarde, Mauro vai se reunir com a prefeita de Várzea Grande para intensificar ações no município.

You may also like

Deixe o seu comentário