Prefeito libera bebidas alcoólicas e amplia serviços de delivery em Nova Mutum

O prefeito de Nova Mutum, Adriano Pivetta, anunciou, que os comerciantes poderão voltar a vender bebidas alcoólicas no município até às 18h, na modalidade delivery. No entanto, não será permitida a abertura dos bares para consumo no local. A entrega de alimentos foi alterada e, agora, poderá ser feita até às 22h. Além disso, prorrogou até o dia 26 o toque de recolher. As liberações estão sendo feitas seguindo as recomendações do Ministério Público do Estado (MPE).

“As mudanças são poucas, mas já flexibiliza. O toque de recolher continua às 21 horas. A gente vem aumentando esse trabalho junto com a população que é muito importante. A Polícia Militar tem efeito um trabalho muito grande. Isso com certeza fez a diferença. As igrejas, da minha vontade era que voltassem, mas o Ministério Público mandou manter por live, por mais 15 dias. Deus vem nos abençoando, que nesses próximos dias teremos boas notícias. Sabemos que não é fácil, pessoas perderam vida. Esperamos que os números caiam para nos livrar dessa doença. Queria a liberdade total, sem restrições, mas assim se faz necessário para que não haja consequências maiores”, afirmou Pivetta, através de um live pela internet.

A prefeitura informou ainda que as hospitalizações aumentaram. Antes, eram 13 pessoas internadas. Agora, são 15. No total, nove pacientes estão em leitos de enfermaria (antes eram oito) e outros dois seguem em leitos de estabilização (antes havia um). Outros quatro permanecem em Unidades de Tratamento (UTIs).

Já em Lucas do Rio Verde, a prefeitura decidiu, ontem, através de decreto, novas restrições temporárias durante à pandemia do novo Coronavírus e proibiu a venda de bebidas alcoólicas por bares, lanchonetes, conveniências, supermercados, mercearias e outros a partir desta segunda-feira até o próximo dia 26, devendo toda mercadoria ser retirada ou isolada das prateleiras dos pontos de venda durante esse período. Em caso de descumprimento, os estabelecimentos poderão ser penalizados com multa e cassação do alvará. Lucas está entre os 33 municípios classificados de alto risco de transmissão da doença.

You may also like

Deixe o seu comentário