Várzea Grande investe R$ 5 milhões na compra de vacinas contra o novo coronavírus


O prefeito de Várzea Grande, Kalil Baracat (MDB), sancionou o Projeto de Lei para que a Cidade Industrial ingresse junto ao Consórcio Nacional de Vacinas das Cidades Brasileiras da Frente Nacional de Prefeitos (FNP). O objetivo é adquirir vacinas contra a Covid-19 diretamente dos laboratórios mundiais sem custos adicionais.

O gestor também consignou recursos municipais já em caixa, no valor de R$ 5 milhões, para a compra de aproximadamente 125 mil vacinas que seriam suficientes para imunizar 125 mil pessoas , caso o imunizante seja de apenas uma aplicação, ou 62.500 mil pessoas no caso de duas doses.

“Estamos correndo contra o tempo, e nossa melhor perspectiva para atender a população é a vacina, mantendo o tratamento médico e medicamento para os demais casos e demonstrando a necessidade das pessoas se conscientizarem do distanciamento social e dos usos e meios de higienização rigorosos”, assinalou Baracat.

Ele reafirmou que medidas foram adotadas e novas e mais rigorosas podem ser adotadas caso se tenha que preservar vidas humanas e a convivência das pessoas em sociedade.

“Não vamos deixar de adotar medidas mais endurecidas se isto se demonstrar necessário e acredito que somente se a população cooperar poderemos fazer o enfrentamento com resultados positivos”, explicou o prefeito.

Baracat sinalizou que vai tentar acelerar a aquisição de vacinas, tanto que já deixou os recursos necessário consignados, ou seja, em separado na conta corrente do município para pagamento à vista, ou seja, “laboratório que tiver disponível e quiser vender vamos comprar para atender a população que espera ansiosa pela imunização”, asseverou Kalil Baracat.

“Quero aqui enaltecer o empenho e dedicação de todos os vereadores, liderados pelo presidente da Casa de Leis, Fabio Tardin que prontamente aprovaram nosso projeto de Lei, assegurando celeridade e eficiência que são atributos mais do que necessários neste momento de pandemia”, explicou Kalil Baracat, que está acionando os senadores Jayme Campos, Wellington Fagundes e Carlos Fávaro, bem como os deputados Federais, Carlos Bezerra com quem se reuniu hoje, Juarez Costa, Neri Geller, Dr. Leonardo e José Medeiros para que auxiliem a cidade na aquisição das vacinas, hoje o mais fundamental dos instrumentos de combate a COVID.

Fora a destinação de recursos para aquisição de vacinas e a abertura de 32 novos Leitos, sendo 10 de UTIs e 22 de enfermaria com respiradores no Hospital Pronto Socorro Municipal, Várzea Grande está ampliando os serviços de oferta de atendimentos, exames e kit COVID, na UPA IPASE que se tornou referência, Policlínica do Parque do Lago e outras 9 UBS – Unidades Básicas de Saúde.

Na UPA IPASE foi montado um consultório médico externo com o objetivo de atender pacientes com sintomas como coriza, febre e tosse com mais agilidade, oferta de exames (PCR e Teste Rápido), evitando assim que pacientes adentrem no ambiente interno que está atendendo apenas casos de COVID 19.

Para o atendimento são observadas as regras de biossegurança, com distanciamento de dois metros entre um paciente ao outro, conforme recomendação da Organização Mundial de Saúde.

A Policlínica do Parque do Lago fará a triagem dos casos leves suspeitos de COVID, oferecendo aos usuários, medicação, exame médico e testes rápido e PCR.

As demais Unidades Básicas de Saúde que farão testes de COVID e atendimentos de casos leves suspeitos:

  • Celestina Gomes Coelho (Água Vermelha); 
  • Binoca Maria da Costa (Manga); 
  • Manoel Bernardo de Barros (Unipark); 
  • Margarida Tavares Pereira (Manaíra); 
  • Maria Galdina da Silva (Vila Arthur); 
  • Gonçalo Pinto de Godoy (São Matheus); 
  • Aurília Salles Curvo (Jardim União);
  • Clínica de Atenção à Saúde do Jardim Glória fará o teste PCR.

You may also like

Deixe o seu comentário