Prorrogado decreto de restrições em Cuiabá

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), irá prorrogar o decreto de isolamento em vigor desde o dia 23 de março. Pela regra atual, as medidas acabariam amanhã, domingo (5). Diante das projeções que apontam o pico da curva de contaminação pelo coronavírus Covid-19 entre 10 de abril e 10 de maio, foi adiado o decreto ainda não informado o prazo. O governo do Estado também irá anunciar novas medidas.

A projeção de contaminados pelo coronavírus vem sendo divulgou pelo Ministério da Saúde, no entanto, a assessoria do governo informou que um número mais exato só pode ser calculado após a confirmação de 50 casos.

O decreto municipal estabelece que comércios fiquem fechados, eventos estão proibidos, velórios limitados a 10 pessoas por vez, entre outros itens que vetam aglomeração de pessoas. Apenas estabelecimentos considerados essenciais estão autorizados a atenderem a população, como mercados e farmácias, mesmo assim cumprindo medidas severas de higiene.

O isolamento social é medida que se impõe por diminuir o transito de pessoas infectadas e, consequentemente, reduzir os riscos de multiplicação dessa contaminação. Ele adia a chegada do pico de casos, o que dá mais tempo para que novas ações sejam feitas para minimizar os impactos, como investimento em estrutura para receber pacientes e contenção de danos à economia.

“Não se deve flexibilizar nada quando se está em jogo a saúde e a vida da população. Nada é mais importante do que a vida. Economia a gente recupera. Vamos nos unir e recuperar. Vida não se recupera. Só tem uma”, disse o prefeito.

O último decreto estadual sobre isolamento não tem prazo de validade.

 

You may also like

Deixe o seu comentário