Mato Grosso recebe 1º carregamento da China com equipamentos para reforçar estrutura contra Covid-19

As 200 camas hospitalares e cinco mil óculos de proteção comprados pelo Governo do Estado na China foram descarregadas, no início da tarde, no Aeroporto Marechal Rondon, e vão reforçar a estrutura na rede pública para enfrentamento da pandemia do novo coronavírus. As camas para o Hospital Metropolitano de Várzea Grande, que passa a contar com 210 leitos hospitalares a mais para o tratamento exclusivo de pessoas com a doença.

Os equipamentos foram embarcados em Shangai, na China, no início do mês, parte do do trajeto foi feito pelo mar até os Estados Unidos e de lá, de avião, até Mato Grosso que espera agora a segunda remessa: 215 monitores e 120 respiradores, camas hospitalares elétricas (255), macacões de proteção (40 mil), protetores faciais (5 mil), máscaras cirúrgicas (500 mil) e do tipo KN95 (50 mil) e 20 mil testes. O governo estadual investiu cerca de R$ 15 milhões

“Estes equipamentos são de suma importância para estruturar toda a rede de leitos que o Estado está montando para atender aos pacientes com Covid-19, além de garantir a segurança necessária para os nossos profissionais da Saúde poderem atuar”, afirmou o governador Mauro Mendes.

Mato Grosso deve chegar, nos próximos dias, a 1,2 mil leitos em todo o Estado só para atendimento de casos da Covid-19 com cerca de 320 UTIs.

 

You may also like

Deixe o seu comentário