Funcionário dos Correios é preso suspeito de desviar encomendas para revender

A Polícia Federal realizou a Operação Extravio em Sinop (a 503 km de Cuiabá), na sexta-feira (22), mas só foi divulgada nessa segunda-feira (25), onde prendeu um funcionário dos Correios suspeito de desviar encomendas.

A ação tinha objetivo de apurar o desvio de encomendas postais nos Correios no Centro de Distribuição Domiciliar. As investigações tiveram início a partir da denúncia feita por uma mulher que comprou um aparelho celular pela internet, sendo este extraviado nos Correios.

A compradora descobriu que o mesmo telefone já estava à venda em uma loja de produtos digitais da cidade.

A partir da prisão do receptador, foram realizados levantamos que culminaram na identificação do funcionário dos Correios responsável pelos furtos.

Os policiais localizaram na residência do empregado várias encomendas, provavelmente furtadas.

No decorrer das diligências, a PF ainda conseguiu identificar o comparsa que realizava o repasse para comerciantes de eletrônicos.

As investigações apontam que o indivíduo também vendia os celulares para pessoas físicas, para uso particular.

O trabalho policial prosseguirá para identificar outros envolvidos. Os suspeitos responderão pelos crimes de receptação qualificada e peculato-furto, com penas que variam de dois a doze anos de reclusão.

You may also like

Deixe o seu comentário