Doze hospitais têm mais de 70% dos leitos de UTI para Covid-19 ocupados e quatro não têm mais vagas em MT

Doze hospitais públicos em Mato Grosso têm mais de 70% dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para pacientes com coronavírus ocupados. Quatro deles não têm mais nenhuma vaga de UTI. Os dados são do Painel Covid-19, da Secretaria Estadual de Saúde (SES). 

As unidades que sem vagas disponíveis são: 

  • Hospital Municipal Dr. Hideo Sakuno, em Juína (120%);
  • Hospital Regional Hilda Strenger Ribeiro, em Nova Mutum (100%);
  • Hospital Universitário Júlio Müller, em Cuiabá (100%);
  • Hospital Regional de Sorriso (100%);

Os outros hospitais, com mais de 70% são: 

  • Hospital Regional de Sinop (94%);
  • Hospital Municipal Arlete Daisy Cichetti de Brito, em Tangará da Serra (92%);
  • Hospital e Maternidade São Lucas, em Juara (90%);
  • Hospital Regional Irmã Elza Giovanella, em Rondonópolis (90%);
  • Hospital Vale do Guaporé, em Pontes e Lacerda (90%);
  • Pronto Socorro Municipal Milton Pessoa Morbeck, em Barra do Garças (88%);
  • Hospital e Maternidade Santa Rita, em Várzea Grande (80%);
  • Hospital Metropolitano de Várzea Grande (74%);

Destes, seis hospitais têm apenas uma vaga de leito de UTI para pacientes com Covid-19 disponíveis. São eles: Hospital Regional de Sinop, Hospital Municipal de Tangará da Serra, Hospital e Maternidade São Lucas, Hospital Regional de Rondonópolis e Hospital Vale do Guaporé e Pronto Socorro de Barra do Garças.

Sete unidades estão com a ocupação entre 30% e 70%. Apenas o Hospital Regional de Peixoto de Azevedo tem todos os leitos desocupados. 

A taxa de ocupação média geral de Mato Grosso chegou a 70% nesse domingo (17). O índice quase dobrou em relação a taxa do mês passado, que chegou a 34%. 

Em novembro, o índice havia diminuído para 30%.

Até esse domingo, Mato Grosso registrou mais de 199 mil casos de Covid-19 e 4,7 mil mortes pela doença. 

Atualmente,m Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 277 internações em UTIs públicas e 341 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 70,84% para UTIs adulto e em 35% para enfermarias adulto. 

Vacina

O governador Mauro Mendes anunciou que avacinação contra a Covid-19 vai começar ainda nesta segunda-feira (18) em Mato Grosso. O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, anunciou nesta manhã que a vacinação será iniciada a partir das 17h em todo o país. 

Em Mato Grosso, segundo Mendes, as vacinas começarão a ser aplicadas às 16h, no horário local. 

Nesse primeiro momento, Mato Grosso vai receber 65.760 mil doses da vacina. 

Plano Nacional de Imunização

De acordo com o Plano Nacional de Imunização, os grupos prioritários para a campanha são trabalhadores da área da saúde (incluindo profissionais da saúde, profissionais de apoio, cuidadores de idosos, entre outros), pessoas de 60 anos ou mais institucionalizadas, população idosa, indígena aldeado em terras demarcadas aldeados, comunidades tradicionais ribeirinhas e quilombolas, população em situação de rua, comorbidades, trabalhadores da educação, pessoas com deficiência permanente severa, membros das forças de segurança e salvamento, funcionários do sistema de privação de liberdade, trabalhadores do transporte coletivo, transportadores rodoviários de cargas e população privada de liberdade.

G1

You may also like

Deixe o seu comentário