Mendes pede que Anvisa libere vacina russa para uso emergencial

O governador Mauro Mendes (DEM) pediu que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) acelere a liberação da vacina russa Sptunik V para uso no Brasil.

Ele anunciou, na semana passada, a compra de 1,2 milhão de doses do imunizante contra o novo coronavírus.

A vacina ainda não está autorizado, segundo a Anvisa, pois há pendências com a documentação do pedido de uso emergencial.

A agência informou, porém, que “poderá utilizar outras fontes para autorizar a vacina, desde que sejam informações que apontem para segurança e eficácia mínima”.

Em um encontro virtual de 11 Estados com a agência, nesta terça-feira (6), Mendes disse que o momento pede menos burocracia.

“Por favor, nos ajudem. O que precisamos fazer? Se erramos, se falta alguma coisa, nos digam o que fazer. Nos ajudem a fazer, por favor”, disse Mendes.

“Precisamos saber, objetivamente, o que é necessário para garantir mais essas doses para o nosso País”, acrescentou.

Além de Mato Grosso, Bahia, Acre, Rio Grande do Norte, Maranhão, Piauí, Ceará, Sergipe, Pernambuco, Rondônia, Pará e Amapá também fecharam contratos para compra da vacina. 

Uso em outros países

Segundo Mendes, quase 50 países já estão aplicando a Sputnik V. “Temos recursos para a compra e precisamos disso para salvar vidas”, resumiu. 

mídia News

You may also like

Deixe o seu comentário